Fundação Bunge


O 63º Prêmio Fundação Bunge será entregue aos vencedores em cerimônia no dia 13 de novembro no Centro de Integração Empresa-Escola, em São Paulo. Em 2018, o Prêmio Fundação Bunge contempla profissionais da área de Ciências Agrárias, com o tema "Serviços Ambientais Para o Agronegócio", e da área de Letras, com o tema "Literatura Infantojuvenil". Em Ciências Agrárias, o físico Silvio Crestana, diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de 2005 a 2009 e um dos fundadores da Embrapa Instrumentação Agropecuária, será homenageado na categoria "Vida e Obra". Na categoria "Juventude", o premiado será o engenheiro agrônomo Pedro Henrique Santin Brancalion, professor de Silvicultura de Espécies Nativas do Departamento de Ciências Florestais da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo, onde coordena o Laboratório de Silvicultura Tropical. Daniel Munduruku, escritor indígena que preserva sua cultura em livros para crianças, jovens e educadores, será homenageado na categoria “Vida e Obra” da área de Letras. Na categoria “Juventude”, a premiada será Nina Krivochein, autora de livros que fazem sucesso entre crianças e adolescentes. Os contemplados na categoria “Vida e Obra” vão receber, cada um, medalha de ouro e R$ 150 mil. Na categoria “Juventude”, cada um receberá medalha de prata e R$ 60 mil. O tradicional Prêmio Fundação Bunge foi criado em 1955 como forma de incentivo à inovação e disseminação de conhecimento e para reconhecer profissionais que contribuem para o desenvolvimento da cultura e das ciências no Brasil, além de estimular novos talentos. A cerimônia de entrega ocorrerá na sede do Centro de Integração Empresa-Escola, na rua Tabapuã, 540, Itaim Bibi, São Paulo. Mais informações: www.fundacaobunge.org.br/projetos/premio-fundacao-bunge/premio-2018. Fonte: FAPESP