Valorização da cafeicultura


Com o objetivo de reconhecer pessoas e organizações por sua dedicação ao desenvolvimento da cafeicultura brasileira, a illycaffè instituiu a Menção Honrosa de Valorização da Cafeicultura. A primeira edição da distinção, neste ano, reconheceu 5 premiados, que receberam, cada um, uma placa e a saudação dos mais de 300 presentes à cerimônia do 27° Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, em São Paulo. Eles estiveram no palco com Andrea Illy, presidente da illycaffè, e Massimiliano Pogliani, CEO da torrefadora.
Pela categoria Mulheres do Café, a vencedora foi Carmem Lucia Chaves de Brito (Ucha), por suas importantes contribuições e papel de liderança feminina junto à comunidade cafeeira. Envolvida no mundo do café desde a infância, é produtora em Três Pontas, no Sul de Minas Gerais, e a atual presidente da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).
Na categoria Pesquisa e Inovação, o reconhecimento foi para Celso Vegro, engenheiro agrônomo e Diretor Técnico do Instituto de Economia Agrícola (braço da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo) desde 2016. Vegro dedicou-se ao estudo de temas como coordenação de cadeias agroindustriais, inovação tecnológica e tendências do mercado cafeeiro.
Francisco Sérgio de Assis, representando a Federação dos Cafeicultores do Cerrado, foi o homenageado na categoria Associação de Produtores. A Federação é a instituição gestora da Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro, que destaca e diferencia os atributos dos cafés produzidos em sua região, valorizando-os internacionalmente. Produtor em Monte Carmelo, Francisco preside a entidade, da qual participa há mais de 25 anos.
Como representante da Associação da Indústria, o agraciado foi Nathan Herszkowicz, presença atuante e voz recorrente do setor no país. É diretor-executivo da ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café) desde 2003, e atualmente também preside o Sindicafé-SP (Sindicato da Indústria do Café do Estado de São Paulo). Uma das maiores autoridades no assunto mercado de café brasileiro.
Por fim, na categoria Comunicação a comissão julgadora da illycaffè indicou Sergio Parreiras Pereira, pelo trabalho à frente da principal plataforma online de difusão de notícias sobre café no país, a Rede Social do Café. Engenheiro agrônomo com doutorado em Fitotecnia, é pesquisador do Instituto Agronômico de Campinas (IAC), tendo criado a Rede em 2006.